Assim como o saque é de extrema importância no beach tennis por ser a primeira bola do jogo, a devolução é um golpe que deve ser executado com muita regularidade e eficiência, já que é a primeira rebatida. Enquanto a dupla sacadora tem a responsabilidade de dificultar a devolução dos adversários, o objetivo dos devolvedores deve ser dificultar a primeira rebatida da dupla que sacou. Devolução em quadra significa dar mais chances de erro dos oponentes, já que estão sempre um golpe à frente. Exemplo: para ganhar o ponto enquanto sacadora, a dupla deve acertar o saque e o primeiro voleio – enquanto sua dupla terá feito apenas uma rebatida com a devolução.

A devolução nada mais é do que um voleio executado na sequência do saque da dupla adversária. Assim como todos os outros golpes do beach tennis, a empunhadura indicada é a Continental. Além disso, evitar diferenças na empunhadura para a devolução de forehand e backhand é muito importante, já que a distância entre o sacador e o devolvedor é curta e a bola se descola de uma raquete a outra em poucos segundos.

Posicionamento.
O posicionamento da dupla no momento da devolução de saque é sempre diferente do posicionamento adotado durante a disputa do ponto. O devolvedor que estiver na frente do sacador é responsável por cobrir a paralela. Já seu parceiro, que estará na diagonal do sacador, deve se responsabilizar por saques direcionados no meio. A diagonal curta sempre fica mais aberta, uma vez que o sacador apenas conseguirá sacar nessa região se fizer um saque mais lento, o que permite o deslocamento do devolvedor para realizar a rebatida.

Após a devolução de saque, a dupla deve adotar o posicionamento em que cada jogador deve cobrir, aproximadamente, uma metade da quadra. A partir desse momento, bolas direcionadas entre os dois jogadores devem ser rebatidas por aquele que estiver com o forehand no meio.

Direção.
Quanto à direção da devolução, é indicado – em praticamente todos os momentos – devolver uma bola curta na frente do sacador, já que haverá um buraco nessa região. Uma dica importante é nunca tentar ganhar o ponto com a devolução, e sim usá-la para dificultar o primeiro voleio do sacador, que estará se deslocando para a frente.
Quando a dupla sacadora adotar a “formação em I”, o ideal é optar por devoluções rápidas no meio ou altas na paralela. Dessa maneira, a intenção dos sacadores de confundir e dificultar a devolução é levemente neutralizada.

Contato.
O contato com a bola na devolução de saque deve ocorrer ao lado e à frente do corpo. Porém, como o saque chega muito rápido, é inevitável fazer algumas devoluções nas quais o contato com a bola ocorre na direção do corpo. Nesses casos, o recomendado é usar golpes de backhand com saques recebidos até a altura do peito, e forehand para saques recebidos

Devoluções de bolas no corpo usando o forehand são normalmente uma arma para jogadores que querem surpreender os adversários com o famoso “bloqueio”. Nesse caso, logo após o sacador lançar a bola, o devolver se desloca para frente e fica bem próximo à rede. Ainda com o objetivo de surpreender os adversários, alguns homens interceptam saques direcionados às mulheres na dupla mista e rebatem o saque com o bloqueio.
Apesar de ser uma situação muito discutida nos torneios e muitos jogadores afirmarem sua proibição, o regulamento da ITF (Federação Internacional de Tênis) é bem claro quando cita que o posicionamento da dupla é totalmente livre em todos os momentos do jogo. Portanto, a dupla tem total liberdade para se posicionar e fazer a devolução.

Fonte: Revista Tênis/UOL e Foto: Divulgação

Deixe uma resposta